Buscar
  • Cowmeia

Domicílio fiscal é uma alternativa para o MEI?

O domicílio fiscal de um Microempreendedor Individual (MEI) normalmente é a sua residência, mas também pode ser outro endereço como um escritório virtual ou coworking. O conceito de escritório virtual é uma alternativa para domicílio fiscal das empresas e para quem deseja se formalizar como MEI.


Ao pagar por este serviço, a empresa poderá ter a opção de serviço de secretária ou recepção compartilhada, salas de reunião e espaço de coworking. O coworking é utilizado principalmente quando a empresa não possui uma sede fixa. Você vai ganhar ainda em profissionalismo ao se apresentar para seus parceiros, fornecedores e clientes.


Em tempos de assinaturas mensais para ver conteúdos e acessar cursos, o investimento em uma sede estruturada, em um endereço bem localizado e num local com a infraestrutura necessária para realizar seu trabalho vale muito a pena. Além de separar o ambiente familiar de questões como correspondências e fiscalização.


As vantagens também se reproduzem na produtividade. Que resulta, no fim, em dindin! Ou seja, é um serviço que se paga mole mole. Quem nunca teve problema de disputar a internet em casa, com várias pessoas usando e a qualidade lá em baixo? E o barulho das crianças e dos cachorros no meio das chamadas?

  • E o endereço residencial?

Uma questão muito importante para o empreendedor é confirmar se a atividade que vai exercer é compatível com o endereço ou também com o dia-a-dia de sua comunidade. Quem mora em condomínios fechados, por exemplo, precisa consultar as regras do estatuto para certificar-se da possibilidade da abertura da empresa.


  • Empreender não combina com procrastinar

Mas o importante agora é partir para a ação, buscar um endereço para registrar o CNPJ e a sua formalização de forma legal e econômica. É preciso olhar para frente e evitar dor de cabeça com a vizinhança. Por um investimento pequeno mensal, é possível contar com mais estrutura e o apoio de um coworking.


No Plano Domicílio Fiscal, da Cowmeia Coworking, por exemplo, o endereço fiscal vem acompanhado do comercial e postal. Você ainda conta com três horas para sala de reunião, pode aproveitar a recepção para trabalhar com internet rápida e receber seus clientes e ainda receber todas suas encomendas, avisado por e-mail.


Tire suas dúvidas

1. O que é domicílio fiscal?

Também chamado "endereço fiscal", o domicílio fiscal é o endereço de registro da sua empresa perante os órgãos governamentais para fins burocráticos, tributários e fiscais. Esse endereço é necessário para documentos oficiais da sua empresa, como no caso de contrato social, e o CNPJ, por exemplo.


2. Quais são as vantagens do domicílio fiscal?

O serviço de domicílio fiscal possui diversas vantagens, como, por exemplo, um excelente custo-benefício, já que você consegue registrar a sua empresa sem precisar alugar ou comprar um ponto comercial, a partir de uma redução de custos significativa. Além disso, você consegue concluir a abertura da sua empresa com uma maior agilidade e menor burocracia do que no caso de um ponto comercial.


3. Como funciona o serviço de domicílio fiscal nas empresas?

O processo funciona da seguinte forma: é realizado o pagamento de uma taxa mensal — em que há uma redução significativa em relação ao aluguel ou compra de um ponto comercial específico — e assim é possível registrar a sua empresa com o CNPJ, receber correspondências, cartas, documentos, entre outros materiais.



11 visualizações0 comentário