Buscar
  • Cowmeia

Entenda o que é domicílio fiscal e porque ele pode salvar a sua empresa.

Abrir uma empresa pode ser complicado se você não entende o básico da burocracia envolvida e como pode usar alternativas simples e baratas para conseguir fôlego extra tanto no fluxo de caixa quanto espaço em destaque em meio a outros empreendedores, com o bônus da localização, respeitabilidade e conexão. O primeiro item da lista nesse sentido é o domicílio fiscal.

Primeiro, o domicílio fiscal é o endereço do empreendimento usado para tributação, o termo “domicílio” é utilizado para se tratar do endereço fixo da empresa, e o “fiscal” é sobre o fisco, às atividades de tributação, seja Federal, Estadual e/ou Municipal. E isso é obrigatório. Mas não precisa ser só uma formalidade. Você pode aproveitar muito bem. Continue com a gente e vai entender.


Com o domicílio fiscal, você terá o endereço de referência para receber tributação, correspondências e qualquer outra obrigatoriedade legal. Agora, vamos falar da parte boa de como usar uma obrigação a seu favor. Escolhendo o endereço certo para o serviço, você poderá economizar. Isso mesmo. De uma forma mais óbvia, primeiro, mas também de uma maneira indireta.


Economize!

Em vez de montar uma sala, comprar cadeiras e contratar uma recepcionista, com o domicílio fiscal e uma pequena mensalidade você tem todas as obrigações legais cumpridas para uma grande parte dos formatos de empresa. Isso mesmo. Fica em dia com o Estado e não pesa no seu bolso. Além de servir para a abertura da empresa, a sede na Cowmeia ainda se responsabiliza por cuidar da fiscalização, se houver.


Fique em dia

A maneira menos óbvia de economizar é não perder tempo, prazos e acabar pagando multas. Sua correspondência e a fiscalização são tratadas com a seriedade e prazo necessários. Assim, você não se preocupa em cuidar disso, cuida do seu cliente e fatura mais. Paga os impostos em dia, não gasta com multas e ainda mantém sua empresa rodando direitinho. Perfeito, não?



E agora?

Vamos economizar na hora de empreender e diminuir os riscos? Se a resposta é sim, (e como não ser?) agora você precisa pensar onde colocar o domicílio fiscal da sua empresa. Vamos lembrar que itens essenciais são: a estabilidade, a estrutura e a seriedade do coworking. Não tem como colocar em qualquer lugar, que pode amanhã ou depois fechar, ou não atender a fiscalização adequadamente.


A Cowmeia, por exemplo, vem de um grupo com mais de uma década nesse tipo de serviço e conta com 2.400 m² de infraestrutura, com atendimento, serviços variados e uma cartela de centenas de clientes que confiam nela a sua sede. Além da confiabilidade, é preciso ver a visão que o local vai passar para seu cliente e também uma localização nobre, que demonstra a seriedade do seu trabalho e o sucesso que conquista com ele.


17 visualizações0 comentário